Estudo das qualidades psicométricas de uma escala de stress digital numa amostra de estudantes universitários

dc.contributor.advisorXavier, Ana, orientador científico
dc.contributor.advisorSilva, Joana, orientador científico
dc.contributor.authorTeixeira, Daniela José da Rocha
dc.date.accessioned2023-10-30T11:38:05Z
dc.date.available2023-10-30T11:38:05Z
dc.date.issued2023-10-23
dc.description.abstractA era digital transformou a maneira como vivemos, trabalhamos e interagimos com a tecnologia. À medida que a nossa dependência de dispositivos e plataformas digitais cresceu, também aumentou a nossa exposição a uma série de fatores de stress exclusivos do mundo digital. Como forma de captar este fenómeno atual de stress associado ao uso constante de dispositivos móveis e digitais, Coyle et al. (2023) desenvolveram a Escala de Stress Digital. O presente trabalho tem como principal objetivo a validação de um novo instrumento de avaliação de Stress Digital, numa amostra de estudantes universitários. Especificamente pretende-se analisar a sua estrutura fatorial e propriedades psicométricas, bem como explorar a sua relação com outras medidas de stress percebido, sintomas de ansiedade generalizada e perceção de qualidade de vida. A amostra é composta por 160 estudantes universitários com idades compreendidas entre os 18 e 56 anos de idade (M = 22.59; DP =5.24). Os resultados da Análise Fatorial Exploratória mostram uma estrutura de quatro fatores, tal como teoricamente preconizados pelos autores, nomeadamente: ansiedade de aprovação, stress de disponibilidade, medo de ficar de fora e sobrecarga de informação. Estas dimensões apresentam uma adequada consistência interna (>.47). A escala apresentou uma boa estabilidade teste-reteste no intervalo de três semanas. As dimensões do stress digital apresentam correlações positivas com o stress percebido e com os sintomas de ansiedade generalizada; e correlações negativas com a qualidade de vida. Adicionalmente, os indivíduos com níveis graves de ansiedade generalizada tendem a reportar níveis mais elevados de stress digital, comparativamente aos indivíduos com níveis leves a moderados de ansiedade generalizada. Em conclusão, estes resultados sugerem que a Escala de Stress Digital é um instrumento robusto e fidedigno, que permite avaliar a natureza multidimensional do stress digital, o que pode contribuir para uma compreensão do fenómeno e do seu impacto num contexto atual de conexão social digital.
dc.description.abstractThe digital era has transformed the way we live, work, and interact with technology. As our dependence on digital devices and platforms has grown, so has our exposure to a range of unique digital world stressors. In an effort to capture this contemporary phenomenon of stress associated with constant use of mobile and digital devices, Coyle et al. (2023) developed the Digital Stress Scale. The main objective of this study is to validate a new Digital Stress assessment instrument in a sample of university students. Specifically, the aim is to analyze its factor structure and psychometric properties, as well as explore its relationship with other measures of perceived stress, generalized anxiety symptoms, and perceived quality of life. The sample consists of 160 university students aged between 18 and 56 years old (M = 22.59; SD = 5.24). The results of the Exploratory Factor Analysis show a four-factor structure, as theoretically postulated by the authors, namely: approval anxiety, availability stress, fear of missing out, and information overload. These dimensions exhibit adequate internal consistency (> .47). The scale demonstrated good test-retest reliability over a three-week interval. The dimensions of digital stress show positive correlations with perceived stress and generalized anxiety symptoms, and negative correlations with quality of life. Additionally, individuals with severe levels of generalized anxiety tend to report higher levels of digital stress compared to individuals with mild to moderate levels of generalized anxiety. In conclusion, these results suggest that the Digital Stress Scale is a robust and reliable instrument that allows for the assessment of the multidimensional nature of digital stress, which can contribute to an understanding of the phenomenon and its impact in the current context of digital social connection.
dc.identifier.citationTeixeira, D. J. R. (2023). Estudo das qualidades psicométricas de uma escala de stress digital numa amostra de estudantes universitários [Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica e da Saúde, Universidade Portucalense]. Repositório Institucional UPT. http://hdl.handle.net/11328/5173
dc.identifier.urihttps://hdl.handle.net/11328/5173
dc.language.isopor
dc.rightsembargoed access
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
dc.subjectStress digital
dc.subjectEstudantes universitários
dc.subjectAnálise fatorial exploratória
dc.subjectPropriedades psicométricas
dc.subject.fosCiências Sociais - Psicologia
dc.titleEstudo das qualidades psicométricas de uma escala de stress digital numa amostra de estudantes universitários
dc.typemaster thesis
dspace.entity.typePublicationen
thesis.degree.nameMestrado em Psicologia Clínica e da Saúde
Ficheiros
Principais
A mostrar 1 - 1 de 1
Nome:
exemplar_2769.pdf
Tamanho:
493.13 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format