Estudos sobre combate a corrupção e compliance

dc.contributor.advisorMoreira, Fátima Castro, orientador científico
dc.contributor.authorSilva, Dryene Tavares Arêas
dc.date.accessioned2021-04-15T09:11:52Z
dc.date.available2021-04-15T09:11:52Z
dc.date.issued2021-04-08
dc.description.abstractEste artigo traz ao longo dos seus capítulos uma pequena evolução da estruturação do Combate a Corrupção e começa buscando compreender o papel das Organizações Internacionais na introdução de normas de combate a corrupção dentro dos países. Verificamos ao longo das pesquisas e leituras para realização do trabalho que o movimento do combate a corrupção se deu primeiramente nos EUA após um grande escândalo que demonstrava que a corrupção era algo estrutural e institucional, logo após foi criada a FCPA a lei anticorrupção Americana. Após esse marco notou-se uma pressão das empresas americanas sobre os países do mundo, pois nesse contexto de regulação, somente as empresas Americanas encontravam-se reguladas. Na construção deste trabalho restou demonstrado o destaque para a Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) na busca pela melhoria das políticas de promoção de desenvolvimento dos países. Nota-se que a organização verifica a influência das multinacionais e seus colaboradores na economia globalizada como agentes de desenvolvimento nos países, a OCDE editou diversos documentos de políticas de boas práticas a serem seguidas pelas multinacionais dos países signatários e dos países que aderirem essas recomendações. Ao longo do trabalho veremos como a introdução na legislação pátria da responsabilidade penal e administrativa das empresas traz a tona um novo sistema de auto-regulação das mesmas, considerando ainda que as legislações que tratam dessa responsabilização também premiam empresas que possuem um Programa de Compliance efetivo na hora da apuração e sanção de um ilícito penal. Por fim, o estudo tem uma abordagem qualitativa, com enfoque interpretativo-compreensivo, pautando-se em pesquisa bibliográfica interdisciplinar com enfoque na transformação jurídica e legislativa dos países após as recomendações dos organismos internacionais. Consequentemente, espera incitar reflexões sobre a necessidade atual da economia globalizada na instauração de Programas de Compliance nas empresas, seja para combate a corrupção ou para gerenciamento de riscos das mesmas, considerando que com a atual responsabilização das empresas e dos seu dirigentes, bem como a busca dos organismos internacionais pela transparência e boas práticas, quanto mais eficiente o Compliance da empresa maior a segurança dos investidores e consumidores na empresa.pt_PT
dc.identifier.citationSilva, D. T. A. (2021). Estudos sobre combate a corrupção e compliance. (Dissertação de Mestrado), Universidade Portucalense, Portugal. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/3424pt_PT
dc.identifier.tid202725090
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11328/3424
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopen accesspt_PT
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by/4.0/pt_PT
dc.subjectAnticorrupçãopt_PT
dc.subjectCompliance criminalpt_PT
dc.subjectGovernançapt_PT
dc.subjectBoas práticaspt_PT
dc.subject.fosDireitopt_PT
dc.titleEstudos sobre combate a corrupção e compliancept_PT
dc.typemaster thesispt_PT
dspace.entity.typePublicationen
thesis.degree.nameMestrado em Direitopt_PT

Ficheiros

Principais
A mostrar 1 - 1 de 1
A carregar...
Miniatura
Nome:
exemplar_2030.pdf
Tamanho:
775.96 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format