A eficiência individual dos colaboradores e performance organizacional: Um estudo quantitativo

dc.contributor.authorPereira, Manuel
dc.contributor.authorCardoso, António
dc.contributor.authorD'Orey, Frederico
dc.date.accessioned2018-10-02T11:09:28Z
dc.date.available2018-10-02T11:09:28Z
dc.date.issued2017
dc.description.abstractObjetivo: Este artigo parte da necessidade de compreender a gestão da comunicação nas pequenas e médias empresas ao nível das dinâmicas pessoal e empresarial, do desempenho empresarial, da reputação pessoal, da proatividade e dinâmica empresarial, da organização aprendente e da motivação e liderança pessoal. Metodologia: Após a revisão da literatura, desenvolveu-se um estudo exploratório, com design descritivo (Malhotra, 2005) recorrendo ao questionário como instrumento de recolha de informação. O instrumento de pesquisa foi alvo de um pré-teste antes de ser administrado (Hill & Hill, 2002). Resultados: No que concerne à satisfação dos funcionários podemos verificar que o aspeto mais relevante foi as condições laborais dos colaboradores, já como objetivos prioritários foram indicados, a melhoria das relações laborais, a melhoria das relações interpessoais e a melhoria da imagem da organização ou empresa. No que concerne à reputação verificamos que a qualidade dos produtos e serviços, a qualidade da gestão e liderança e a imagem de marca foram as respostas mais observadas. Limitações da investigação: A utilização de uma única fonte de recolha de informação junto dos responsáveis pela gestão da comunicação nas organizações através de inquérito por questionário, limitando a dialética de compreensão global das suas opiniões sobre o tema. Implicações práticas: Em termos práticos e operacionais permite compreender a dinâmica da eficiência individual dos colaboradores na performance organizacional e sistematizar considerações relevantes sobre esta temática. Originalidade e valor: O seu principal contributo e valor consiste em analisar e compreender de forma mais eficiente a atitude dos gestores face à satisfação, atitude, envolvimento e comprometimento dos colaboradores e a sua relevância na performance e reputação organizacional. Os dados obtidos permitiram aferir também que os aspetos relevantes para a eficiência do desempenho dos colaboradores residem na atitude positiva, autoanálise, auto motivação, definição de objetivos, aliados à capacidade de gerar ação numa realidade organizacional cada vez mais exigente e competitiva.pt_PT
dc.identifier.citationPereira, M., Cardoso, A., & D´Orey, F. (2017). A eficiência individual dos colaboradores e performance organizacional: Um estudo quantitativo. European Journal of Applied Business Management, 3(2), 2017, 1-16. Disponível no Repositório UPT, http://hdl.handle.net/11328/2307pt_PT
dc.identifier.issn2183-5594
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11328/2307
dc.language.isoporpt_PT
dc.peerreviewedyespt_PT
dc.relation.publisherversionhttp://nidisag.isag.pt/index.php/IJAM/article/view/172pt_PT
dc.rightsopen accesspt_PT
dc.subjectEficiência empresarialpt_PT
dc.subjectGestão da comunicação
dc.subjectLiderança pessoal
dc.titleA eficiência individual dos colaboradores e performance organizacional: Um estudo quantitativopt_PT
dc.typejournal articlept_PT
degois.publication.firstPage1pt_PT
degois.publication.issue3pt_PT
degois.publication.lastPage16pt_PT
degois.publication.locationISAG - Portopt_PT
degois.publication.titleEuropean Journal of Applied Business Managementpt_PT
degois.publication.volume2pt_PT
dspace.entity.typePublicationen
Ficheiros
Principais
A mostrar 1 - 1 de 1
A carregar...
Miniatura
Nome:
172-796-1-PB-ISAG.pdf
Tamanho:
399.35 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format